sábado, 22 de outubro de 2011

ALQUEVA Ii



Pela módica quantia de € 25,00, transporte de Lisboa ao maior lago artificial da Europa, pequeno-almoço, almoço (com vinho incluído) e passeio de barco com a duração de uma hora.
É verdade que tivemos de nos levantar às 3 horas, como habitualmente me deito pelas 2 horas representa não me chegar a deitar.
Para compensar tal sacrifício foi-nos proporcionado um “tour” pela cidade, para recolha de passageiros, que beneficiando das boas condições do trânsito áquela hora , teve a duração de duas horas.
Já passava das 6 horas quando atravessamos a ponte mandada construir por Salazar.
Preparava-me para finalmente me reconciliar com o sono quando irrompe um musicão pimba arrasador. Chamei a atenção do motorista que a hora era de dormir e não de festa, foi-me respondido não tinha possibilidade de reduzir o volume de som porque os passageiros dos últimos bancos deixavam de ouvir.
Preparava-me para prosseguir viagem após o pequeno-almoço quando sou informado que o almoço é naquele mesmo local, após demonstração de artigos para o lar.
Á demonstração seguiu-se o almoço e ao almoço seguiu-se nova demonstração.
Desta forma o tempo escasseou e a correria para chegar a horas não evitou um certo atraso para a partida do barco.
A almejada visita ao maior lago artificial da Europa não foi além de uma hora.
Regressamos pelas 22 horas.
Tendo em conta que Alqueva dista de Lisboa menos de 200 Km., 2h30m. para cada lado, regressar pelas 22 horas, com 18 horas de estrada, não me convidem!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário