segunda-feira, 30 de agosto de 2010

MARROCOS

A visita a Marrocos terminou em TANGER de onde navegamos, com um mar de poucos amigos, para Algeciras.
O programa previa o porto de Tarifa o que não foi possível pela agitação do mar naquela zona que obrigou à utilização de embarcação com maior porte.
Tudo se resolveu calmamente, característica de toda a viagem: «sem stress»
Quanto a Tanger, a sua localização estratégica, no estreito de Gibraltar, esteve na origem da conquista dos portugueses em 1471, dos espanhóis em 1578 e dos ingleses em 1640.
Em 1906 foi considerada cidade internacional.
Só em 1956 conquistou a independência, com soberania marroquina.
É uma cidade calma, onde fixaram residência escritores e artistas de todo o mundo e ali realizaram a «viagem interior», em terra internacionalista, ao encontro da inspiração e do processo criativo.


quinta-feira, 26 de agosto de 2010

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

RABAT

É a capital politica de Marrocos.
Tem em curso importantes obras que darão lugar a importantes mudanças a curto prazo.
No Mausoléu de MOHAMMED V, mandado construir pelo filho HASSAN II, trabalharam 400 artesãos marroquinos.













































Mausoléu MOHAMMED V

































Candelabros em cobre perfurado e gravado