segunda-feira, 28 de setembro de 2009

RAZÃO E «BOM-SENSO»


Haverá mais mundo para além da razão e do bom senso?
Será que perscrutamos o nosso íntimo e damos voz ao que nos vai na alma?
Ou será que a razão e o bom senso controlam e abafam os instintos de aventura, o amor e as energias do coração?!
Nasci, cresci e envelheci sem escutar verdadeiramente o meu intimo, a minha intuição, a minha natureza.
Será que algum dia conseguirei enxergar a minha realidade?
Sendo assim, como posso eu “ver” com o olhar do outro, a realidade do outro?
Sendo assim, como posso eu ajudar o outro?

Em VENTOS DO NORDESTE um caso da vida real: «ATÉ SEMPRE/PARA SEMPRE»



domingo, 27 de setembro de 2009

VICTÓRIAS ELEITORAIS


Mais uma vez ganharam todos!!!
Ganhou o PS e de forma indiscutível. Obteve a confiança da maioria dos Portugueses parar governar.
Ganhou o PSD na medida em que, a sua leader, a esta hora, já deve ter compreendido que os problemas do país não são propriamente as “escutas” e a “asfixia democrática” , temas que levou à exaustão.
Ganhou o CDS uma vez que há duas décadas não obtinha votação tão expressiva, passando a terceira força política.
Ganhou o BE de forma muito expressiva, mas que ainda não lhe permite governar contrariamente ao discurso vitorioso do seu líder.
Ganhou o PCP, obteve mais 30 mil votos, embora tenha passado de 3ª. para 5ª. força política.
Não há qualquer dúvida, ganharam todos!!!

Não é assim difícil avaliar quem ficará a perder…..

CAMPANHA E ELEIÇÕES



A minha noção de liberdade não me permite pertencer a qualquer partido.
Desta forma vi com agrado a novidade da candidatura de uma Senhora ao cargo de Primeira Ministra.
Apresentou-se com o manto diáfano da verdade, da transparência e do rigor.
Para se diferenciar dos que «tudo prometem e nada cumprem», começou por afirmar que «nada prometia» para, assim, poder cumprir!?
Entretanto, empunhou a bandeira da «asfixia democrática» no Continente, com base no caso do Jornal Nacional das sextas-feiras da TVI e nas escutas a assessores do PR e ao Jornal Público.
No caso da TVI poder-lhe-ia ter chamado democracia se nos outros dias da semana a TVI atacasse, por igual, cada um dos outros lideres partidários, o que não se verificou.
As escutas também não abonaram em seu favor.
Por outro lado, apresenta como paradigma de democracia o Governo Regional da Madeira.
Terminou a campanha tal como a começou: Sem uma única ideia quanto ao rumo do país. Toda a sua determinação de esgota na “asfixia democrática”, fazendo aqui a sua grande promessa: Levar à exaustão o tema da “asfixia democrática”.

Quanto à «transparência» só nos é dado a conhecer o que se propõe não fazer.
Nada se sabe quanto à estratégia de ataque aos problemas.
Faz assim todo o sentido nada prometer! O que significa um voto no escuro.

Resta o «rigor».
A Senhora antes de ser eleita Presidente do Partido apoiou calorosamente as medidas tomadas pela actual Ministra da Educação.
Agora, como candidata, considera exactamente o contrário, tudo na educação está mal. Argumento para a mudança inusitada: Ter de levar em conta as gigantescas manifestações de professores.
Haverá que reflectir: Caso se trata-se de uma classe com poucos milhares de profissionais, mesmo que todos se manifestassem, tudo estaria bem, pois não tinha a dimensão dos professores que ultrapassam a centena de milhar.
Perante tal critério limito-me a perguntar:
Onde está o «rigor»?
Quem pode confiar o Governo a uma Primeira-Ministra que se assusta com as grandes manifestações?
Será que alguém acredita em reformas por consenso?
Impotente para as realizar que utilidade tem para o Pais?

Dentro de 19 horas teremos respostas.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

BARCELONA multicolor







video

AS NOITES EM BARCELONA


A temperatura amena das noites de Barcelona, as largas e históricas avenidas conhecidas por Les Rambes, em catalão, sempre cheias de vida e animação, em particular à noite, convidam ao convívio, à distracção e ao passeio. São músicos, mimos, esotéricos leitores de Tarot, bares e esplanadas apinhados de gente que vive e que sente, que cultiva a alegria e busca a felicidade.
A cidade dá uma ajuda. De quinta a domingo oferece um espectáculo multicolor, a partir do Palácio Nacional, ao cimo da Avinguda de La Reina María Cristina.
Gigantescos jactos de água, programados para exibirem um espectáculo de música e luz, movimentam torrentes de água que em cascata descem até à Fonte Mágica.
Tem de ser visto, não dá para ilustrar, as fotos e o vídeo acima não passam de uma recordação…

BARCELONA a minha segunda cidade

video

É bom recordar.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

GAUDÍ - III - Parque Guell



O Parque GUELL foi mais uma encomenda do seu grande amigo e mecenas Eusabi Guell.
Gaudì teve nesta obra a possibilidade de transpor para a realidade toda a sua fantasia e criatividade ultrapassando todos os limites da arte arquitectónica.